segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Infância

Que houve com todos nós?
Perdemo-nos, nos encontramos
Amamo-nos, nos gozamos
Quisemo-nos nós matar e não conseguimos

Continuamos a acreditar?
Fortalecemos e destruímos nossa fé
Desistimos de nós mesmos e dEle
Apostamos tudo em nós e nEle.

Paramos de se importar uns com os outros?
Após termo-nos roubado nossas crianças
Que nem percebíamos ser

Esquecemo-nos dos graus de parentesco?
Pais, mães, filhos e filhas
Tios, tias, primos e primas

Morremos
E o que mais será que fizemos?
Quisemos cometer suicídio?
Tentamos matar nossos filhos?
Transamos só por prazer?

Por que nossos conceitos também mudaram?
O importante tornou-se mesquinho
A simples pedra, polida, mostrou-se preciosa

A! Nós estudamos
Agora somos inteligentes!
Sabemos rimar, podemos ser presidentes!
Quanta bobagem, mas sonhos valem à pena

Continuemos então crescendo,
E esquecendo...
Mas também guardando
Aquilo que quisermos lembrar...



Dedicado a todo pessoal da V.Alpina

6 comentários:

  1. Ah, quanta verdade hein! Impossivel deixar os anos passar e não mudar de alguma forma, o importante é ainda ter um coração enorme para guardar todas aquelas emoções e todas as lembranças.

    ResponderExcluir
  2. É mano o tempo passa e nós somos apenas grãos de areia, onde o vento da vida nos sopra para onde ele bem entender. Distância entre velhos amigos sempre irá existir, pois novas pessoas aparecem em nossa jornada, mas impossível é esquecer todas aquelas pessoas que fizeram parte e marcaram de alguma maneira nossa vida. Espero que ao encontrar todos eles, não se esqueçam de mim da mesma forma que nunca me esqueci de nenhum, mesmo ausente e sem lembrar datas de aniversário e outras coisas.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Maravilhoso texto!
    Conteúdo explêndido!

    Beijos poéticos na alma!

    ResponderExcluir
  5. Agradeço a todos, queria que muitas pessoas lessem esse aqui... Pessoas que jamais leram

    ERRATA: Após TEMO-NOS roubado nossas crianças

    ResponderExcluir
  6. ERRATA: Quisemos nós nos matar...
    além de, pessoas que jamais "lerão"

    Desculpem

    ResponderExcluir